José Vieira Opinião

Um novo órgão de comunicação regional para o distrito de Aveiro

Vamos nascer bem devagarinho. Com este novo parto previsto para março de 2020, o Covid-19 obrigou a uma restruturação do projeto jornalístico. Só agora, em outubro, conseguimos reunir o consenso e a coragem para “empurrar” este novo órgão noticioso, que de alguma forma irá ocupar um espaço vazio no distrito e uma missão de unir todos os aveirenses em torno de um projeto regional que se pretende que seja fervilhante e que contribua para informar mais e melhor, quem em nós confiar para a nobre missão do jornalismo.

O projeto nasce, ainda não na sua pretendida plenitude, mas para lá caminha. Com a intenção de produzir conteúdos audiovisuais noticiosos de qualidade, à semelhança do seu irmão Notícias Ribeirinhas, órgão nascido em 1998 e transformado em TV a partir de outubro de 2010, neste momento com milhares de peças produzidas em 5 países, o Aveiro TV pretende também fazer o seu caminho, procurando leitores mais urbanos, estando mais atento à realidade distrital, mas não descurando nenhum dos 19 concelhos que constituem o distrito aveirense.

É nossa intenção refrescar e dar um abanão ao modo de fazer jornalismo em Aveiro, que em muitos exemplos não passam de meros divulgadores de comunicados e que urge devolver ao jornalista a sua função primária de informar, com a devida isenção que o cargo merece, em prol sempre das populações.

Termino como comecei. Vamos nascer devagarinho. Sem pressa, dar o tempo ao tempo e um dia de cada vez, consolidando a nossa presença e ganhando a nossa quota de leitores, que tenho a certeza que serão muitos.

Etiquetas

Todas as Categorias