Ílhavo

Rota das Padeiras regressa a 10 e 11 de julho, em formato ‘reduzido’

Mistura-se a farinha, o sal, o fermento e a água. Amassa-se muito bem e deixa-se a levedar. Depois é preciso dar abas e tender. Por fim, leva-se ao forno a lenha, bem quente e, pouco depois, estão prontas a devorar.

É desta forma que a Câmara Municipal de Ílhavo preserva e promove o “sabor e os saberes” de uma tradição e identidade gastronómica do Município: a receita das afamadas Padas de Vale de Ílhavo.

Interrompida, por força dos condicionalismos do início da pandemia, em março de 2020, a Câmara Municipal, a Associação Cultural e Recreativa “Os Baldas”, 10 Padeiras e 2 Moagens de Vale de Ílhavo, juntaram esforços no sentido de retomar a realização da Rota das Padeiras, mesmo que fora do habitual período da realização do evento – entre o Carnaval e a Páscoa, num formato reduzido e limitado à venda das Padas de Vale de Ílhavo.

Nos dias 10 e 11 de julho, entre as 14h30 e as 20h00, a sede da Associação “Os Baldas” abre as suas portas para a venda do Pão Tradicional, com a presença de 10 Padeiras que, dia após dia, ainda cozem e distribuem o pão, a pada e o folar de Vale de Ílhavo.

Além da presença das Padeiras, o evento conta ainda com a participação de duas Moagens Tradicionais de Vale de Ílhavo, já que na base da confeção deste pão há um contexto muito particular, que o torna tão único e tão precioso: a farinha de trigo não refinada, proveniente das moagens tradicionais e o forno a lenha de pinho.

A iniciativa está devidamente estruturada com base nas medidas e normas em vigor para a mitigação da pandemia.

Colocar comentário

Clique aqui para colocar um comentário

Todas as Categorias