Murtosa

Pintura histórica de Dimas Macedo está a ser alvo de restauro

A pintura alusiva à Arte Xávega na praia da Torreira, pintada, em 1950, pelo artista plástico Murtoseiro Dimas Macedo (1928-2009), que encima a boca de palco do Centro Recreativo Murtoense, no centro da vila da Murtosa, está a ser alvo de um minucioso trabalho de restauro, no âmbito da empreitada de reabilitação do histórico edifício, atualmente em curso.

O trabalho de restauro da tela, que possui cerca de 6 metros de comprimento por 2 metros de altura, está a ser realizado, na Oficina de Artes, em Pardelhas, pela Dra. Ana Andrade, conservadora-restauradora com uma vastíssima experiência na reabilitação de obras de arte, com destaque para intervenções no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Museu Nacional de Arte Antiga, Museu de Aveiro e Museu de Évora, entre outros, para além de trabalhos desenvolvidos em igrejas e coleções particulares um pouco por todo o país.

Depois de reabilitada, a obra regressará ao local original, onde foi pintada, há mais de 70 anos, tinha Dimas Macedo apenas 22 anos. A icónica pintura é uma das marcas artísticas que o conceituado artista deixou na sua terra natal, conjuntamente com o belíssimo conjunto escultórico da Varela, na freguesia da Torreira, inaugurado em 2005.

DIMAS MACEDO

Dimas da Conceição Macedo nasceu a 24 de Agosto de 1928, na Murtosa.

Em 1949 entrou na Escola de Belas Artes do Porto, cidade onde fez a sua primeira exposição de desenhos e aguarelas.

Em 1950/55 continuou a estudar, tornando-se simultaneamente aluno do pintor Lino António, com quem praticou pintura a óleo, vitral, cerâmica e fresco.

Em 1956 chegou a Paris, onde se dedicou à Pintura e trabalhos de artes gráficas. 6 anos depois, realiza a sua primeira exposição em Paris, na Galeria Vialetay, de aguarelas e guaches.

O ano de 1975 marca a sua passagem da pintura para a escultura, área artística que lhe granjeará o reconhecimento internacional.

Algumas das suas obras monumentais:
1967 – Gravura mural numa casa particular em Baux-de-Provence (França).
1981 – Conjunto escultórico para o programa Nice – Etoile (França).
1984 – Escultura – fonte em Châtillon (perto de Paris).
– Escultura monumental em Dõle (França).
1988 – Realização de um totem para o parque Olímpico de esculturas em Seul (Coreia);
– Painel mural para Branc – Mesnil (perto de Paris).
1990 – Relevo em grés policromado para o Hospital de Nanterre (perto de Paris).
1992 – Relevo para a Companhia de Seguros Império em Lisboa.
1993-94 – Conjunto escultórico (relevo- escultura – totem) para o Metropolitano de Lisboa.
1995 – Conjunto escultórico para a Sociedade das auto-estradas de Paris – Rhin Khône.
1996 – Conjunto escultórico (relevo, escultura) para o Metropolitano de Estocolmo.
2005 – Totem «Creator Vesevo», Herculano, Itália
2005 – Conjunto escultórico da Varela, na Torreira, Murtosa.
A sua obra encontra-se representada em diversas colecções públicas e importantes, entre as quais se salienta: Ministério da Cultura Paris, França; Museu Gulbenkian-Centro de Arte Moderna, Lisboa; Museu do Azulejo, Lisboa; Museu de Bourg-en-Brosse, França.

Faleceu em Paris, França, no dia 17 de dezembro de 2009.

Todas as Categorias

    X
    Bem vindo ao Aveiro TV
    O portal da noticioso da comunidade aveirense
    WooChatIcon 0