Castelo de Paiva

Castelo de Paiva homenageia vítimas da derrocada da ponte há 20 anos

Castelo de Paiva vai assinalar na quinta-feira, com atos simbólicos, o 20.º aniversário da derrocada da ponte Hintze Ribeiro, acontecimento que provocou 59 mortos, a maioria residentes naquele concelho do distrito e Aveiro, informou hoje a autarquia.

Ao longo do dia, junto à ponte entretanto reconstruída, concretamente no edifício ali construído para evocar a tragédia, designado ‘Anjo de Portugal’, vão ser lançadas ao rio Douro pelos familiares das vítimas 59 flores, em homenagem às pessoas que perderam a vida naquele dia.

Às 19:00, numa cerimónia preparada pelo município e pela Associação de Familiares das Vítimas da Tragédia de Entre-os-Rios, serão lançadas 59 flores, a partir do tabuleiro da travessia que liga os concelhos de Castelo de Paiva (margem esquerda) e Penafiel (margem direita).

Antes, na parte da manhã (10:00), haverá uma missa na Igreja Paroquial da Raiva, com a bênção de 59 flores, seguindo-se de colocação de uma coroa de flores no cemitério local.

Em 2017, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visitou Castelo de Paiva, onde participou nas cerimónias do 16.º aniversário da queda da Ponte Hintze Ribeiro.

O chefe do Estado prestou homenagem aos que faleceram naquele acontecimento trágico ocorrido no dia 04 de março de 2001.

A derrocada da ponte centenária vitimou 59 pessoas, a maioria passageiros de um autocarro que regressava após um passeio a Trás-os-Montes.

Além do autocarro, no qual seguiam 53 pessoas, também caíram ao rio Douro três automóveis, com seis pessoas.

Todas as Categorias

    X
    Bem vindo ao Aveiro TV
    O portal da noticioso da comunidade aveirense
    WooChatIcon 0