Albergaria-à-Velha

Município de Albergaria-a-Velha inaugura Horta Biológica com 24 talhões atribuídos

O Município de Albergaria-a-Velha inaugurou, esta manhã, a Horta Biológica da Lapa com 24 talhões já atribuídos. A cerimónia de assinatura dos acordos de utilização decorreu na Incubadora de Empresas, tendo cada munícipe recebido o número do seu talhão por sorteio.

Com vista à potencial criação de uma rede de hortas biológicas no Concelho, o Município impulsionou a criação da primeira horta biológica, situada na Lapa, freguesia de Albergaria-a-Velha e Valmaior, composta por 28 talhões para cultivo, 4 dos quais sob a forma de canteiros elevados, destinados a pessoas com mobilidade condicionada.

No recinto, há ainda dois compostores, um tanque para rega e um anexo para a armazenagem de ferramentas. A adesão ao projeto foi imediata, tendo ficado apenas os 4 canteiros elevados sem candidatos. Este espaço vai, então, ser gerido pelo Município, com a plantação de diversas ervas aromáticas, que estarão ao dispor dos utilizadores da Horta Biológica da Lapa. Após a atribuição dos talhões por sorteio, foi realizada a primeira formação subordinada ao tema “Hortas biológicas e compostagem – 10 tópicos para futuros hortelões”. O município ofereceu, ainda, um saco reutilizável contendo um guia com dicas e receitas para evitar o desperdício alimentar, um par de luvas e sementes para a primeira plantação.

Cada utilizador pode cultivar qualquer conjunto de produtos, tais como vegetais, frutos, ervas aromáticas e medicinais, potenciando as interações ecológicas de acordo com os princípios da agricultura biológica. Os produtos e sementes devem ser para autoconsumo, troca com outros utilizadores ou eventos para a promoção de horticultura, não podendo ser comercializados. É estritamente proibido o cultivo de toda e qualquer cultura hortícola, ornamental, medicinal ou aromática com caráter invasor e não autorizada pela legislação em vigor, bem como o cultivo de espécies vegetais legalmente proibidas.

As hortas biológicas são espaços onde as famílias podem cultivar, a título gratuito, os seus produtos hortícolas de forma biológica e sustentável. Em simultâneo, contribuem para a poupança dos agregados familiares, promovem a economia circular e atuam na requalificação de espaços urbanos desagregados, contribuindo para uma cidade mais verde e sustentável.

O projeto da Horta Biológica da Lapa corresponde a uma experiência piloto que visa dotar a população local de conhecimentos e ferramentas para a prática da agricultura biológica e da compostagem e, ainda, permitir ao Município, na ótica de promotor, conhecer e experimentar, na prática, as vicissitudes inerentes ao funcionamento de uma horta comunitária em modo biológico.

Publicidade

Siga-nos no facebook

Publicidade

Feliz Natal e Bom Ano Novo