São João da Madeira

Equipamentos municipais de S. João da Madeira vão passar a integrar a plataforma Google “Arts & Culture”

Museu da Chapelaria, Museu do Calçado e Centro de Arte Oliva reforçam aposta no digital, que ganha maior relevância no atual contexto de pandemia.

 Os acervos do Museu da Chapelaria, do Museu do Calçado e do Centro de Arte Oliva vão ser disponibilizados na Google “Arts & Culture”, uma plataforma online sem fins lucrativos que permite a qualquer pessoa conhecer, gratuitamente, museus e centros de arte de todo o mundo e descobrir, em cada um, as suas coleções e exposições temporárias.
 
Estes equipamentos culturais do Município de S. João da Madeira vão, assim, juntar-se a alguns dos mais importantes e representativos espaços do património museológico e artístico de Portugal, como o Museu Nacional de Arte Antiga, o Museu Calouste Gulbenkian, o Museu Nacional do Traje, o Museu Nacional Ferroviário, o Museu Nacional Machado de Castro e a Fundação Serralves, entre outros.
 
Esta importante plataforma mundial será valorizada com os acervos industriais, técnicos e têxteis do Museu da Chapelaria e do Museu do Calçado, bem como com a riqueza do património artístico da coleção de arte contemporânea “Norlinda e José Lima” e a singularidade da arte bruta da coleção “Treger Saint Silvestre”, ambas do Centro de Arte Oliva, além de outros elementos identitários da cidade.
 
O protocolo de colaboração entre o Google Cultural Institute e o Município de S. João da Madeira já foi assinado, pelo que, no novo ano, vão iniciar-se os trabalhados de preparação dos conteúdos sanjoanenses para integração nesta plataforma, estimando-se que, ainda em 2022, já haja informação acessível ao público por este meio.
 
Públicos diversificados
 
“Esta é uma ferramenta que abre um vastíssimo leque de oportunidades junto de públicos muito diversificados, como a comunidade escolar, os seniores ou a comunidade de investigadores e académicos”, destaca Joana Galhano, diretora do Museu da Chapelaria e do Museu do Calçado.
 
A responsável acrescenta que esta iniciativa proporciona “uma utilização adaptada à vontade e necessidades de cada um”, promovendo, paralelamente, “a descoberta in loco, por parte de visitantes e turistas, das cidades integrantes da plataforma e dos espaços culturais nela representados”.
 
Refira-se que, em Portugal, apenas 51 entidades estão representadas nesta plataforma, das quais 12 encontram-se na zona Norte do país: Porto (5), Bragança (5), Braga (1) e Lamego (1). Com os seus dois museus e Centro de Arte Oliva, S. João da Madeira será uma importante adição para a diversidade cultural dos acervos nacionais, bem como para a representatividade do património cultural e artístico da região Norte, aproximando-se das cidades da região com mais equipamentos culturais na Google “Arts & Culture”.
 
Com esta parceria com a Google Arts & Culture, que ganha ainda mais relevo face ao contexto pandémico, os Museus da Chapelaria e do Calçado reforçam a sua aposta no digital, oferecendo o acesso gratuito a visitas virtuais, incluindo às suas novas exposições temporárias internacionais: “Francesco Ballestrazzi. Não é só um conto de fadas” (Museu da Chapelaria) e “Marloes ten Bhömer. O Ato de Caminhar”( Museu do Calçado). 

Publicidade

Siga-nos no facebook

Publicidade

Feliz Natal e Bom Ano Novo