Mealhada aprova “prémio de cidadania na educação”

Data:

A Câmara da Mealhada aprovou, em reunião de Executivo Municipal, a criação do Prémio de Cidadania na Educação, um prémio que abrange diversas áreas, da cidadania à científica, desportiva, artística e cultural. Será também atribuído um Prémio de Mérito Académico.

“Este prémio procura reconhecer o mérito de alunos e estimular o desenvolvimento pessoal e da comunidade. Além da vertente académica, procura reconhecer atividades extra às normais, nomeadamente o envolvimento em projetos diferenciadores em várias áreas, sublinhando o sentido cívico, humano e solidário dos nossos alunos”, explicou António Jorge Franco, presidente da Câmara Municipal da Mealhada, adiantando que o prémio não será, necessariamente, monetário.

O Prémio Cidadania na Educação comporta dois prémios: o de Mérito Académico e o de Mérito Cívico, que se subdivide em seis categorias: Humanidade e Solidariedade, Empreendedorismo, Desporto, Saúde e Bem-estar, Humanidade e Solidariedade, Arte e Cultura e Ambiente.

O Prémio de Mérito Académico distinguirá o aluno com média aritmética mais elevada da classificação interna cumulativa do 10.º e 11.º anos de escolaridade, ou equivalentes, de cada estabelecimento de ensino e formação do concelho da Mealhada. Este substitui a Bolsa de Mérito existente até ao presente ano letivo. O vencedor será apurado por nomeação dos estabelecimentos de ensino do concelho.

O Prémio de Mérito Cívico distinguirá o aluno, grupo de alunos ou turma (do 1.º ano ao 12.º ano de escolaridade ou equivalente) que frequente estabelecimentos de ensino e formação do concelho da Mealhada e se tenha distinguido por ação, iniciativa ou projeto de manifesto interesse público nas categorias de Humanidade e Solidariedade, Empreendedorismo, Desporto, Saúde e Bem-estar, Humanidade e Solidariedade, Arte e Cultura e Ambiente. O vencedor será apurado, mediante candidatura, por um júri constituído por um elemento do Executivo Municipal, representantes dos estabelecimentos de educação públicos e privados, um representante do Conselho Municipal de Educação, um jovem não elegível ao prémio, um membro da sociedade civil e um elemento com trabalho/experiência reconhecida em cada uma das categorias do prémio.

O regulamento será sujeito a consulta pública e aprovação da Assembleia Municipal e entra em vigor após a publicação em Diário da República.

Artur Arede
Artur Arede
Desde sempre ligado à comunicação, Artur Arede passou por órgãos nacionais, bem como por órgãos regionais, Rádio Soberania, RCV, etc. Atualmente, está ligado à comunicação, como subdiretor do Aveiro TV, Correio de Sever , Ribeirinhas TV e Jornal Abrigo.
Publicidadespot_img

PARTILHAR ESTA NOTÍCIA:

Subscrever

Publicidade

spot_img

POPULARES

MAIS DESTAS NOTÍCIAS
RELACIONADOS

Boas-practicas de arquivos em encontro ibérico

O Município de Albergaria-a-Velha marcou presença no II Encuentro...

Apoio ao arrendamento em Oliveira do Bairro

A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro volta a...

Câmara da Mealhada com obras nas unidades de saúde no valor de 3,5 milhões

Foram assinados em Coimbra, os contratos de financiamento para...

Biblioteca de Albergaria-a-Velha celebra 11 anos

No dia 21 de Junho, sexta-feira, às 20h30, haverá...
Send this to a friend